Notícias

20.03.2019
Conquistas

Rio de Janeiro é escolhida pela Unesco como primeira Capital Mundial da Arquitetura

O anúncio foi feito em janeiro, durante cerimônia realizada na sede da Unesco, em Paris. Audrey Azoulay, Diretora-Geral da entidade, divulgou oficialmente a escolha do Rio de Janeiro como a primeira Capital Mundial da Arquitetura, uma cidade que chama a atenção por prédios históricos e modernos, como o Museu do Amanhã.

A cerimônia contou com a presença da secretária municipal de Urbanismo, Verena Andreatta, do presidente da União Internacional dos Arquitetos (UIA), Thomas Vonier e do presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB).

A representante e diretora da Unesco no Brasil, Marlova Jovchelovitch Noleto, ressaltou que 'a cultura e a arquitetura são fundamentais para a superação de desafios e soluções inovadoras para os espaços urbanos'.

O Rio de Janeiro foi selecionado, em 2014, para sediar o Congresso Mundial da Arquitetura de 2020, concorrendo com Paris (França) e Melbourne (Austrália). Para isso, a prefeitura e o IAB fizeram uma proposta de programa para o evento e definiram um tema de interesse global, que foi o 'All the worlds. Just one world' ('Todos os mundos. Apenas um mundo', em tradução livre).

Além desse título, a cidade ainda é reconhecida por abrigar dois sítios do Patrimônio Mundial Cultural: Sítio Arqueológico Cais do Valongo e Rio de Janeiro, paisagens cariocas entre a montanha e o mar.