As Notícias do Brasil
Publicado em 04/05/2015, às 19:33
Fonte: Jornal da Manhã, EBC, BBC Brasil, Globoesporte.com

Obras para as Olimpíadas seguem 'nos trilhos', mas orçamento já descarrilou

Nesta quinta-feira (7) se encerra a primeira fase das inscrições para a compra de ingressos para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, e as obras foram colocadas 'nos trilhos' no último ano, segundo o Comitê Olímpico Internacional. No entanto, os gastos continuam subindo.

No mês de abril foi atualizada a lista de obras de infraestrutura, mobilidade e sustentabilidade relacionadas com a Olimpíada de 2016. Com isso, as Olimpíadas custarão ao menos R$ 38,2 bilhões.

O valor da obra está agora R$ 500 milhões maior do que o calculado em janeiro deste ano, última vez que autoridades haviam atualizado o orçamento olímpico.
Apesar da atualização do orçamento, o custo da Olimpíada de 2016 ainda deve aumentar. Isso porque, faltando 469 dias para o início do evento, cerca de um quarto das obras essenciais não tem preço estimado. O custo delas não consta do orçamento.

Em 2009, quando o Rio de Janeiro candidatou-se a sede dos Jogos de 2016, estimou-se no dossiê de candidatura que o evento custaria R$ 28,8 bilhões (valores da época) --25% menos do que o custo atual. Hoje, a Olimpíada de 2016 já custa 41% mais que a Copa do Mundo de 2014. De acordo com um balanço divulgado pelo Ministério do Esporte após a realização do Mundial de futebol, o torneio demandou investimentos de R$ 27,1 bilhões.