Notícias

16.01.2019
Cultura

Obelisco - o monumento que conta a história de São Paulo

O Obelisco Mausoléu aos Heróis de 32, localizado nos arredores do Parque do Ibirapuera, é um monumento funerário que presta homenagem aos estudantes e os mais de 700 soldados que faleceram durante a revolta paulista contra o governo de Getúlio Vargas, sendo símbolo da histórica Revolução Constitucionalista de 1932.

Inaugurado em 1955 e repleto de simbologia, o maior monumento de São Paulo possui 72 metros de altura (que na soma dos números 7 + 2 é igual a 9, dia da revolução). Já o gramado ao redor do Obelisco, possui uma área de 1932 metros quadrados. Poemas e frases do escritor Guilherme de Almeida (poeta da Revolução) estão espalhados pelo local, como na fachada de entrada que ostenta os dizeres “Viveram pouco para morrer bem, morreram jovens para viver sempre”.

O mausoléu propriamente dito, se encontra no nível da avenida, de frente para uma das entradas do Parque do Ibirapuera. La dentro, um corredor nos leva até a cripta, onde os restos mortais dos combatentes se encontram depositados em edificações feitas de mármore. Há também uma espécie de guardião do templo, a figura de um soldado que, de acordo com a lenda, estaria pronto para despertar em caso de alguma ameaça à constituição. É sob esta obra que estão sepultados os famosos MMDC: Martins, Miragaia, Dráuzio e Camargo, participantes do movimento cujas mortes foram o estopim da revolução.

Ao redor, há três capelas com cenas bíblicas e passagens históricas de São Paulo, como: o início da revolução e o nascimento de Cristo, a crucificação de Jesus e o martírio dos combatentes, e por fim, a ressureição e o símbolo da vitória.