Notícias

28.05.2021
Esportes

Montanhista brasileira se torna primeira negra latino-americana a conquistar o topo do Everest

Na última segunda-feira (24), em sua segunda tentativa (de acordo com o blog Descalada), a brasileira Aretha Duarte, de 37 anos, chegou ao topo do mundo e fez história, tornando-se a primeira mulher negra da América Latina a alcançar o cume do Monte Everest, que possui aproximadamente 8.850 metros de altura.

Apaixonada por montanhismo desde quando cursava a faculdade de Educação Física, em 2004, Aretha construiu aos poucos a ideia de se profissionalizar neste esporte tão radical e arriscado. Sua primeira escalada ocorreu em 2012, no Monte Aconcágua, na Argentina, a 6.962 metros de altitude.

Em 2019, seu sonho de subir o Everest começou a ganhar forma, mas para isso, a moradora de Campinas, no interior de São Paulo, chegou a recolher e vender material reciclável para levantar o dinheiro necessário para a viagem. Graduada em Educação Física, com especialização em Fisiologia, Bioquímica, Nutrição e Treinamento Esportivo, Aretha definiu sua subida no Monte Everest como “o maior desafio físico, emocional e espiritual de sua vida”.

“Eu nunca achei que fosse impossível” – publicou Aretha Duarte em sua rede social.