Notícias

27.03.2019
Conquistas

Físico e astrônomo, brasileiro Marcelo Gleiser ganha Nobel da Espiritualidade

O físico e astrônomo brasileiro Marcelo Gleiser conquistou o Prêmio Templeton deste ano, honraria que pode ser considerada como um Nobel do diálogo entre ciência e espiritualidade.

O prêmio, que já foi concedido para personalidades como Madre Teresa de Calcutá e Dalai Lama, reconhece profissionais que contribuíram para afirmar a dimensão espiritual da vida, seja por insights, descobertas ou trabalhos práticos. Gleiser será o primeiro profissional da América Latina a receber a honraria, criada em 1972.

Segundo a Fundação Templeton, responsável pela condecoração, o físico é “uma voz proeminente entre os cientistas, tanto do passado quanto do futuro, que rejeita a noção de que a ciência sozinha pode levar a verdades absolutas sobre a natureza da realidade”.

Gleiser tem 60 anos e vive atualmente nos Estados Unidos, onde ensina física e astronomia no Dartmouth College, em Hanover, New Hampshire. Ele já teve mais de 100 artigos revisados e publicados até o momento, pesquisa sobre o comportamento de campos quânticos e partículas elementares e a formação inicial do universo. Ateu, seu trabalho se destaca por demonstrar que ciência e religião não são inimigas.