Notícias

22.07.2019
Conquistas

Estudantes de Goiás conquistam prêmio da Nasa, graças ao projeto criado para resolver a sensibilidade do paladar de astronautas

O governo americano tem planos para fazer uma nova expedição à Lua, talvez por isso o invento criado pelos estudantes de Goiás tenha se tornado o vencedor do concorrido Champion’s Award, concurso promovido pela Nasa (Agência Espacial Americana).

Um dos efeitos da falta de gravidade é a perda de sensibilidade no nariz e no paladar dos astronautas, o que faz com que eles não sintam gosto e nem cheiro dos alimentos no espaço. Pensando nisso, os alunos criaram um chiclete à base de pimenta. O ingrediente, comum na mesa dos brasileiros, é capaz de desbloquear as células do nariz e da boca, fazendo com que o odor do alimento seja novamente perceptível para a célula.

A quantidade de pimenta é bem pequena em cada chiclete. Tem menos de um grama em cada uma das embalagens. O astronauta precisa mascar por dez minutos e o efeito dura cerca de duas horas. A turma preparou dois sabores: menta e barbecue, que dá um gostinho de churrasco.

O conceito desenvolvido pelos estudantes de Goiás é lixo zero. A embalagem é reciclável e a goma de mascar, neste caso, é comestível.

A equipe formada por sete estudantes do SESI, com idade entre 15 e 17 anos demorou sete meses para desenvolver a goma. Eles superaram 70 equipes de 12 países diferentes.