Notícias

23.01.2020
Brasil

Estudantes de Goiânia criam sistema eletrônico que alerta sobre alagamentos

Em uma cidade como Goiânia, que possui cerca de 90 pontos de riscos de alagamentos, a velocidade da informação é essencial para que a população fique ciente dos riscos. Foi pensando nisso que os estudantes de robótica da Interschool Brasil, com idades entre 13 e 16 anos, criaram um sistema eletrônico capaz de alertar sobre focos de alagamento em tempo real, enviando mensagens por meio de um aplicativo de celular e dispensando os avisos de enchentes que antes eram enviados por moradores.

No projeto, os sensores são instalados no meio fio, e funcionam de maneira semelhante aos usados em radares de velocidade, com uma torre que emite os avisos sendo alimentada por energia solar. O mecanismo divide o alerta em três níveis e, conforme a água atinge os sensores, as mensagens são enviadas informando o início de um alagamento, o meio do alagamento ou o nível crítico de enchente.

A ideia foi aprovada pela Defesa Civil de Goiás, órgão responsável pelo monitoramento dos pontos de risco da capital. De acordo com o major Rafael Gomes “A capacidade que esses meninos tiveram de identificar um problema que é público e uma solução tecnológica que é capaz de auxiliar a prevenção de acidentes é fantástico”.

De acordo com o orçamento feito pelos alunos, seria necessário o investimento de R$ 160 mil para instalar o sistema em toda a cidade, o que daria cerca de R$ 1,7 mil para cada ponto. O sistema é essencial para melhorar a qualidade de vida, segurança e mobilidade da cidade.