Notícias

15.10.2015
Educação

Dia do Professor | Presente inquietante

Na data em que se comemora o dia do professor, fecham-se escolas e abrem-se lacunas no desenvolvimento do brasileiro

Para o Patrono da Educação Brasileira, Professor Paulo Freire – “Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar possibilidades de apreensão”. O anúncio do fechamento de 150 escolas estaduais para o próximo ano nos impulsiona a refletir sobre as políticas públicas para a educação e suas prioridades.

Do final dos anos 1990 para cá, houve uma diminuição no número de matrículas, de acordo com a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade). Dos 5,5 milhões de alunos registrados, há quase 20 anos; hoje, há apenas 3,8 milhões. Ocorreu a redução da população presente nas escolas do estado.

No início de 2015, foram abertas mil turmas a menos, de acordo com o governo estadual. Professores reivindicaram a mudança entre outras questões durante a greve da categoria, mas não conquistaram nenhuma vitória. Os mestres, cuja data celebrada em 15 de outubro não carrega nenhum triunfo, agem em prol da cidadania, mais conscientes do direito à educação que o próprio estado provedor dessa prerrogativa.

Por Jéssica Albuquerque para EAB