Notícias

24.08.2021
Esportes

Começou as Paralimpíadas: confira cinco destaques brasileiros com chances de medalha

Para quem não acompanhou de perto as últimas edições, o Brasil é uma potência do esporte paralímpico. Figurou no Top 10 do quadro de medalhas nas últimas três edições dos jogos e a meta é manter o nível de desempenho. Na edição Rio 2016 o Brasil subiu ao pódio 72 vezes.

Nas paralimpíadas de Tóquio serão 260 atletas brasileiros em busca do ouro olímpico, o número é um recorde histórico e temos tudo para fazer bonito em terras orientais. Veja cinco destaques brasileiros que podem trazer medalhas:

Daniel Dias:

Maior campeão paralímpico da história do Brasil, Daniel Dias disputará os jogos pela quarta e última vez. Ao todo, são 24 medalhas olímpicas conquistadas em sua carreira.

Débora Menezes:

Modalidade estreante nos jogos deste ano, o parataekwondo é uma grande chance de medalha para o Brasil. Nossa representante Débora Menezes foi campeã mundial em 2019.

Ricardinho:

O camisa 10 da seleção brasileira de futebol de 5 (para deficientes visuais) é, ao lado de Jefinho, o principal nome para trazer a quarta medalha de ouro consecutiva para o Brasil na modalidade. Ricardinho foi eleito por duas vezes o melhor jogador do mundo no futebol de 5.

Evelyn Oliveira:

Ouro na modalidade Bocha nos jogos Rio 2016, a atleta paulista tem tudo para repetir o feito em Tóquio. Ela disputa na classe BC3, destinada a atletas com maior grau de comprometimento motor e que precisam de equipamentos ou assistentes para se locomover. Evelyn foi escolhida como porta-bandeira da delegação brasileira ao lado de Petrúcio Ferreira, nosso último destaque.

Petrúcio Ferreira:

O atleta paralímpico mais rápido da história é brasileiro: Petrúcio Ferreira. Dono de três medalhas nos jogos da Rio 2016, Petrúcio foi também o responsável por quebrar o recorde mundial dos 100m rasos T47 (para atletas com deficiência nos membros superiores). Nosso brasileiro bateu alcançou a marca de 10s42.