Notícias

14.09.2018
Sustentabilidade

Foco em Sustentabilidade: empresa inova com embalagens retornáveis para grandes produtos

As embalagens utilizadas no transporte de insumos, dentro de uma cadeia produtiva, geralmente não são reutilizadas. Essa prática gera custos altos, uma vez que há um volume considerável de resíduos a serem descartados, além de ir na contramão de iniciativas voltadas para sustentabilidade.

Foi exatamente nesse hiato que a Reciclapac enxergou uma oportunidade de negócio. A empresa, criada em 2013, passou a oferecer para as indústrias uma alternativa de reuso das embalagens. Com apoio do PIPE (Programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas), a Reciclapac desenvolveu uma metodologia de reutilização de embalagens de madeira e papelão em larga escala.

De acordo com Rogério Machado, CEO da empresa, o primeiro teste foi executado com a MWM, fabricante de motores a diesel. Anteriormente, a MWM importava insumo de fornecedores europeus, descartava as embalagens e utilizava novas para enviar as peças para seu centro de distribuição, depois descartava novamente as embalagens e utilizava novas para enviar aos clientes. Com a proposta de reutilização das embalagens, por meio de uma técnica conhecida como upcycling, a MWM economizou R$ 1 milhão e reduziu os resíduos em 70%.

Em cinco anos, desde a sua criação, a empresa cresceu. “Dobramos o número de funcionários: éramos quatro; agora somos oito”, diz Machado. E, neste ano, a Reciclapac começou a gerar receita. “Em 2017, o faturamento foi de R$ 20 mil. Nos seis primeiros meses de 2018, já faturamos R$ 500 mil. Se tudo der certo, fecharemos o ano ultrapassando a casa do R$ 1 milhão”, prevê Machado.