Notícias

10.08.2018
Brasil

Brasileiro conquista maior prêmio do mundo de revista em quadrinhos

O quadrinista paulistano Marcelo D’Salete, único brasileiro entre os concorrentes ao Eisner 2018, conquistou o prêmio na categoria de melhor edição americana de material estrangeiro, graças à Cumbe, uma obra que conta a história de escravos que resistiram às opressões escravagistas no Brasil do Séc. XVII.

Com base em leituras sobre o Quilombo dos Palmares, Marcelo D’Salete, se dedicou a compreender a realidade e os mecanismos da sociedade escravista no Brasil. Em seus estudos, encontrou textos que relatavam casos específicos de conflitos entre os escravos e seus senhores. E foi partindo destes relatos que nasceram as personagens e suas realidades contadas em Cumbe.

Lançada nos últimos quatro anos em países como EUA, Portugal, França, Itália e Áustria, 'Cumbe' é composta por quase 200 páginas, divididas em quatro contos desenhados em preto e branco. 

Premiação anual criada em 1988, nos EUA, o Will Eisner Comic Industry Awards é considerado o Oscar da indústria dos quadrinhos. Os vencedores foram anunciados em julho, durante o San Diego Comic Con, na Califórnia.