Notícias

12.12.2018
Brasil

Bandeiras pelo Brasil #4

Proposta em 16 de julho de 1888, logo após a abolição da escravatura, a Bandeira do Estado de São Paulo foi idealizada pelo escritor e jornalista Júlio Ribeiro, o qual fazia campanha para que esta fosse a Bandeira da República. Segundo ele, a bandeira em questão reproduzia fielmente a gênese do povo brasileiro, representando as três raças de que ela se compõe – com as cores branco, preto e vermelho.

A bandeira se tornou símbolo dos paulistas na Revolução de 32 e só seria oficializada em 27 de novembro de 1946, sob o Decreto-Lei 16.349 da Constituição Federal, que devolveu aos Estados e municípios o direito de cultivar símbolos próprios. Os Revolucionários em 1932 assumiram a bandeira de São Paulo como uma representação da luta deles por um Brasil melhor, e não por um São Paulo melhor.

A bandeira possui treze listras variando entre branco e preto, começando e terminando na faixa preta, para que não haja dúvidas entre o começo e o final da bandeira. As faixas pretas e brancas representam os dias e as noites que os bandeirantes lutaram pelo bem do estado.