Notícias

20.08.2019
Cultura

Bandeiras pelo Brasil #13

Idealizada por um grupo de pessoas ligadas à cultura potiguar e tendo o historiador Luís Câmara Cascudo como responsável por estudar a forma do pavilhão, a bandeira do Rio Grande do Norte foi instituída no dia 3 de dezembro de 1957, sancionada pelo então governador Dinarte de Medeiros Mariz.

A bandeira do estado é composta por dois retângulos horizontais, sendo o superior na cor verde e o inferior na cor branca, e tendo posicionado ao centro o brasão do estado, dentro de um escudo dourado.

Com uma economia, essencialmente extrativista, o Rio Grande do Norte expõe em sua bandeira o que é e, principalmente, o que há muito tempo foi a principal fonte de renda de sua população. Os retângulos verde e branco simbolizam a esperança e a paz, respectivamente. A cor dourada do escudo simboliza as riquezas minerais. O coqueiro, a carnaúba, a cana-de-açúcar e o algodão presentes no brasão representam a flora do estado. Enquanto a jangada e o mar representam as atividades econômicas que dependem do mar, como a pesca e a extração de Sal.