As Notícias do Brasil
Publicado em 04/10/2014, às 10:43
Fonte:

Ações e projetos sociais apoiados pela EAB

 

Além de desenvolver atividades próprias, a Associação Eu Amo o Brasil – Ordem e Progresso Para Um País Melhor apoia também ações e projetos sociais de outras instituições que também lutam para construir um País mais justo e harmônico para todos.

Conheça um pouco de cada um dos projetos apoiados pela EAB:

Associação Reciclázaro

Os programas que a Reciclázaro cria contêm um forte componente de reinserção social que fazem com que a pessoa adquira as condições necessárias para voltar a participar da vida em sociedade, já não sob a proteção da instituição, porém preparada para assumir tal desafio. A organização oferece esse tipo de ajuda a pessoas que estão em situação de vulnerabilidade social pelos mais variados motivos.

Algumas das opções que contribuem fazendo a ponte entre os programas e a vida fora deles, são: a integração no sistema educativo, a inclusão no mercado de trabalho formal, a criação de alternativas de geração de emprego e renda adaptáveis á sua realidade, a orientação para o acesso à previdência social, o cuidado de sua saúde física, psíquica e emocional, e o apoio na retomada dos vínculos familiares e comunitários.

Padaria Pão de Moça

Mulheres que passaram por situação de vulnerabilidade social e refizeram seus projetos de vida durante a acolhida pela ONG Reciclázaro são as empreendedoras de uma ideia que gera renda a partir da da produção de pães, salgados e confeitos (nos moldes de uma padaria). O projeto surgiu de uma atividade formativa no campo do empreendedorismo.

A Padaria “Pão de Moça” abastece de pães as unidades da Reciclázaro, mas também aceita encomendas do público, pessoas físicas e jurídicas que certamente vão se encantar com o sabor irresistível do Pão de Moça.

Projeto MARCO – Múltipla Ação Regional Comunitária

Cuidar da criança em seus primeiros anos de vida é condição essencial para que ela se desenvolva de forma saudável e explore todos os potenciais nela existentes. Pensando nisso, um grupo de empresários fundou a MARCO – Múltipla Ação Regional Comunitária, entidade instituída como Sociedade Civil, de caráter filantrópico, sem fins lucrativos, apolítica e laica com sede e foro na cidade de São Paulo.

Desde sua fundação, em 1981, a MARCO mantém o NIB – Núcleo Infantil do Butantã, onde crianças de baixa renda, em risco social, são atendidas em período integral. Em 2002, abriu o Acompanhamento Escolar, passando a atender crianças e adolescentes que frequentam o ensino fundamental. Além de expandir seus projetos, a MARCO ampliou o espaço físico, com salas de aula, sala de dança, sala de artes, biblioteca, brinquedoteca, quadra e sala de computação.

Alfabeto Livre – Caminhos para a expressão

O projeto Alfabeto Livre volta-se para a alfabetização do jovem em seu momento histórico, biológico, em sua realidade de vida respeitando signos e linguagens da cultura que ele expressa e da qual é portador de saberes. A alfabetização atenderá, prioritariamente, a jovens de 14 a 19 anos de idade, vinculados a unidades de semiliberdade da Fundação Casa, na zona leste de São Paulo, ao lado de jovens de igual faixa etária provenientes da Comunidade Nelson Cruz e da área onde predominam cortiços e habitações precárias no entorno do Belém.

O processo de alfabetização se orientará pelos eixos curriculares do Ensino Fundamental I, com atenção especial para o desenvolvimento de competências e habilidades de leitura e escrita e interpretação de textos.

O jovem que se alfabetiza neste projeto participará de atividades extracurriculares e para isso escolherá, ao longo da formação, entre um elenco de oficinas, rodas de conversa e vivências dispostas pelos três pilares expostos acima.